sábado, 3 de setembro de 2011

Manifesto em defesa da privacidade na era digital.

Este blog foi criado para debater os nossos direitos a privacidade.

Vivemos um período singular da história humana onde a Internet está mudando definitivamente a forma de comunicar e divulgar dados, acontecimentos, informação e conhecimento.  Esta modalidade de expressão está determinando formas de estabelecer conceitos e opiniões e que cada vez mais atinge os direito individuais e a nossa privacidade.


Não podemos continuar inertes diante das injustiças, inverdades, distorções e total falta de princípios básicos como a ética que este instrumento digital está provocando e de forma impune.

Esta fronteira intangível criado pela Internet faz com que os facínoras cibernéticos fiquem impunes devido a dificuldade legal em identificar os autores, e consequente falta de jurisdição para atuar junto aos provedores e hospedeiros destas verdadeiras "pichações" covardes.  Estes criminosos ignóbeis, franco atiradores ou executores de ordens de superiores escondem os verdadeiros criminosos no anonimato.

Não bastasse isto, estamos diante de SPAMMERS, Call Centers, Maketing Viral, e outras pragas que atuam soltos e sem nenhuma regulação (ou controle direto dos cartéis e lobistas), devido a incompetência (e falta de ética) dos nossos legisladores, ou talvez da "conveniência" do apelo financeiro.  Não respeitam horário, local, pessoa enferma, empresa, crença, nível social ou outra forma de tipificação que queira usar para separar os alvos.

Este estado de sítio digital, nos forçar hoje a ter sistemas anti-spam; anti-malwares; bloqueadores de chamadas; secretária eletrônicas com viva-voz (voice screening); endereços de emails provisórios; e outras técnicas para combater praticamente "mano-a-mano" estes criminosos.

O consumidor está realmente "solitário" nesta guerra.  Deus por todos e cada um por si.

Espero poder iniciar aqui um mural para trocar informação e se possível unir forças para combatermos estas "pragas".

Boa sorte a todos e mãos-a-obra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário